Resenhas

Stella Maris Rezende fala da importância de histórias complexas para o público de crianças e jovens

Por Amilton Pinheiro
Entrevista

2014

Para a escritora, temas polêmicos e lúdicos são essenciais para o público infantojuvenil


Quando quis publicar os infantojuvenis que escrevia, há 35 anos, a mineira de Dores do Indaiá, Stella Maris Rezende, recebeu um aviso dos editores. A professora de escolinha pública em Brasília deveria deixar de lado a mineiridade e escrever mais de acordo com o padrão Rio-São Paulo, evitando temas polêmicos e complexos.

Não seguiu nenhum dos conselhos em mais de 40 livros. Agora, por exemplo, acaba de conquistar o 2º lugar na categoria juvenil do Jabuti 2014, por As Gêmeas da Família (Globo Livros). O livro integra uma trilogia, ao lado de A Mocinha do Mercado Central e A Sobrinha do Poeta. Todos eles receberam prêmios importantes, como o próprio Jabuti e o da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA), além do selo de "altamente recomendável para jovens" da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil.

A mocinha do Mercado Central ganhou em 2012 o Jabuti de Melhor Juvenil - e foi o primeiro do gênero a levar também o Jabuti de Livro do Ano na categoria ficção. De quebra, foi selecionado para o PNBE, programa governamental que abastece bibliotecas escolares. Outra novela juvenil, A Guardiã dos Segredos de Família, da editora SM, vencedor do Prêmio Barco a Vapor de 2010, também recebeu um Jabuti naquele ano, de 2º lugar na categoria juvenil.

Aposentada e avó, Stella Maris aproveita redes sociais e o YouTube para contar histórias e trocar figurinhas com leitores. Já foi atriz (foi a Fada Estrelazul do programa Carrossel, da TV Brasília, nas décadas de 70 e 80). "A literatura deve ser parecida com a condição humana: contraditória e angustiante, mas rica e encantadora."


É assim que começa a entrevista dada pela escritora Stella Maris Rezende à Revista Língua Portuguesa, na edição de dezembro de 2014.
Quer saber tudo o que foi conversado?

Confira tudo na Revista Língua Portuguesa!



Revista Língua Portuguesa | Entrevista: Stella Maris Rezende fala da importância de histórias complexas para o público de crianças e jovens | 6 de dezembro de 2014

 
 
 
Email
facebook
Imprimir