Resenhas

Missão Moleskine

Dag Bandeira

2016

Elvira Guiomar, personagem de ‘Missão Moleskine’ (Editora Globo S. A., 2014), é a ferramenta que Stella Maris Rezende usa para falar do poder de transformação ocasionado pelo ato da escrita. O amor entre Elvira e Antônio se completa a partir do que é registrado em um Moleskine de capa verde. Stella Maris aponta para o casamento entre o ato de escrever e o de ler. “Cientificamente falando”, é a leitura de Antônio que proporciona o desenrolar da trama. “Poeticamente falando” é a escrita de Elvira que promove as várias transformações nos personagens. Por quê? Porque é escrevendo que Elvira olha o mundo, se (re)conhece e revela um mundo possível aos leitores. Um mundo onde as coisas não são boas ou ruins: elas são o que são e como são. Dosando o denso e o leve, o sério e o espirituoso, a autora trabalha a linguagem da forma que lhe é peculiar, ou seja, de forma ‘maravilhumana’.
Uma bela homenagem a Lupicínio Rodrigues foi escolhida para ser a trilha sonora dos personagens principais.



Dag Bandeira, escritora, autora de “Visão distorcida”, entre outros

 
 
 
Email
facebook
Imprimir