Resenhas

A literatura juvenil de Stella Maris Rezende: muito além do gênero

Por Daniela Aparecida Francisco
Tese de Doutorado

2019

Tese apresentada à Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências e Letras, Assis, para a obtenção do título de Doutora em Letras (Área de Conhecimento: Literatura e Vida Social)


A escritora mineira Stella Maris Rezende (1950) já foi agraciada com diversos prêmios literários em sua trajetória, contando com 40 títulos publicados de 1979 a 2017. Esse número significativo demonstra a importância da escritora e a necessidade de estudos que abarquem o conjunto de sua produção. Após a seleção e a análise sistemática de 23 obras juvenis publicadas pela escritora, segundo uma grade comum, composta por categorias de variada natureza, foi possível compreender como seu projeto literário se delineia de modo geral, apontando características comuns a suas narrativas voltadas aos jovens, por meio de um discurso feminista e emancipador. Para alcançar o objetivo traçado, realizamos uma leitura crítica das narrativas, apoiada especialmente em bibliografia teórica focada nas estreitas relações entre literatura e sociedade (Antonio Candido, Regina Zilberman, Vera Teixeira Aguiar, dentro outros) e entre literatura e crítica literária feminista (Elaine Showalter, Judith Butler, Lúcia Castello Branco, Lúcia Zolin e outras teóricas), questionando o conjunto da obra de Stella Maris Rezende no que possui de representativo da literatura juvenil nacional e da literatura feminista. Na pesquisa realizada, além do estudo das obras, uma a uma, em que se procurou chegar a tendências dominantes da literatura juvenil da escritora, com especial ênfase na análise das diversas instâncias da estrutura geral das narrativas e o estudo global da representação do feminino em sua obra, foi realizado um levantamento minucioso da fortuna crítica sobre Stella Maris Rezende e dos dados biográficos disponíveis sobre a autora, que compõem o primeiro capitulo desta tese. No segundo capítulo, realizamos discussões sobre a influencia do mercado editorial na arte, de maneira geral, e na literatura juvenil especificamente. Os capítulos terceiro e quarto versam, respectivamente, sobre a matéria literária das narrativas juvenis de Rezende e sobre as personagens femininas presentes em todas as suas obras.


Esse é o resumo da tese, publicada em 2019.
Quer conhecer o trabalho completo?

Confira a tese na Biblioteca Online da UNESP!



Repositório Institucional UNESP | Tese de Doutorado: A literatura juvenil de Stella Maris Rezende: muito além do gênero | 23 de janeiro de 2019

 
 
 
Email
facebook
Imprimir